Mariana Teixeira
Mariana Teixeira

Viajar vai além de conhecer lugares!

05 de novembro de 2018
Eu Vivo

Já dizia o sábio poeta: “viajar é trocar a roupa da alma”. Quando viajamos, além de trocar a roupa da alma, exploramos lugares fantástico, e conhecemos pessoas incríveis. Muitas pessoas intrigadas me perguntam “Você vai viajar sozinha?”. Uma das coisas que menos acontece quando estamos viajando é ficar sozinha.

A vida de viagens e hostels, nos permite compreender que tem muita gente boa “solta” por ai explorando esse mundo. Hoje vou além de estar e falar sobre ser. Vou falar sobre uma pessoa incrível que conheci na cidade de Nova Deli, na Índia.

O nome dela é Luciana Bastos, uma brasileira, guerreira de 31 anos, nascida e criada na cidade de Brasilia. Reside há 3 anos na cidade do Porto, em Portugal. Luciana é formada em artes visuais e trabalhava como designer gráfico na cidade de Brasilia, que deixou para trás junto a sua zona de conforto. Hoje em dia faz freelancer online, tanto como designer gráfico quanto de ilustração.

Era uma vez

 

Crédito: Teresa Pacheco Miranda

Luciana, uma grande artista e ilustradora, que em 2016 teve a brilhante ideia de personalizar sua bicicleta chamada “Mada”, junto com sua caixinha de artes e sair desbravando o mundo. Antes de deixar a cidade de Porto, começou a rodar com sua bicicleta pela região expondo sua arte e vendendo seu material, para seu sustento, e juntar um dinheiro para começar explorar o mundo em rodas.

Luciana relata que sua arte é baseada em momentos, que a motivam a seguir em frente, compartilhando conhecimento de vida, viagem e pessoas.

E a história continuou assim…

 

Em setembro de 2018 Luciana deu seu ponta pé inicial, fazendo de bicicleta, o caminho de Santiago de Compostela. O caminho de Santiago de Compostela tem como principal trajeto Português, iniciando na cidade do Porto, dando continuidade pelas cidades de Vairão, Rates, Barcelos, Ponte de Lima, Rubiães, Valença, Tui, Redondela, Pontevedra, Caldas de Reis, Padrón, até a chegada na famosa cidade de Santiago de Compostela na região Galícia da Espanha.

A cidade de Santiago da Compostela é a capital da região noroeste da Espanha, conhecida como região da Galícia. Milhares de peregrinos fazem esse trajeto todos os anos. Luciana percorreu em torno de 300 km junto a “Mada”, sua bicicleta personalizada, e sua caixinha de arte. No trajeto foi desenvolvendo sua arte com o que sentia e via ao seu redor, também vendendo e/ou trocando seu material para custear a viagem. Acreditando que era possível a artista resolveu trocar Portugal pela Ásia.

Voando alto

 

Rumo a Ásia, sua primeira parada foi na Polônia. Se hospedando de graça em “couchsurfing”, onde as pessoas oferecem o sofá para viajantes, Luciana teve a oportunidade de compartilhar sua história, o que inspirou seu primeiro anfitrião a lhe dar uma bicicleta. Viajou a Polônia vendendo sua arte, para dar continuidade a sua trajetória e seu projeto em rodas.

Além de vender seu trabalho, a artista propõe a troca do mesmo por acomodação e alimentação. Luciana contou que quando sente vontade de comer algo em algum lugar especifico divulga seu trabalho no local, oferecendo sua arte em troca de um prato de comida. Na maioria das vezes a proposta é muito bem vinda nos restaurantes.

Quais são suas famosas artes?

 

O produto principal que patrocina suas viagens, são seus famosos cartões postais. Individualmente desenhados a mão pela artista, e impressos em Portugal antes de deixar o país. Ao longo do percurso, através de novos sabores, odores, paisagens, e principalmente pessoas, a artista encontra sua inspiração para produzir novos materiais. Luciana conta também com seu diário gráfico, onde divide pensamentos, registrando através de imagens desenhadas a mão.

Cada imagem teletransporta a artista de volta ao momento vivido, permitindo-a sentir novamente aquela sensação, como se fosse a primeira vez. O diário tem também como objetivo compartilhar momentos e aprendizado, principalmente motivar pessoas a fazer o mesmo, sendo através da arte, musica, pensamentos ou até mesmo troca de experiências.

Acreditando na intuição e sendo positiva

 

Em uma vibe super positiva e do bem, Luciana encontra-se atualmente explorando e divulgando sua arte em torno da Índia, posteriormente pensa em Tailândia e Camboja. Esses são seus planos, não muito concretos, porém são seus sonhos que pretende realizar em breve.

A artista acredita e faz sua viagem 100% baseada em sua intuição sem muitos planejamentos.

E viveu feliz para…

 

Brasil, Europa, Oceania, Ásia, independente do continente, o importante é seguir a intuição e sonhos. Provando que tudo é possível, basta acreditar e correr atrás. Luciana nos provou que não precisamos de muito, além de uma bicicleta, papel e caneta para ser feliz.

Que a historia da Luciana da Joana, da Ciclana ou da Beltrana sirva de inspiração para pessoas que sonham, porém não tem coragem de correr atrás dos seus sonhos.

Sonhar é possível, realizar também, basta querer!

 

 

 

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário