Luciano Palumbo
Luciano Palumbo

Uma viagem rápida por Natal

18 de outubro de 2018
Eu VivoRio Grande do Norte

Natal  te oferece opções para curtir atrativos como o Parque das Dunas, Genipabu, Parrachos de Maracajaú e Ponta Negra. Porém, isso pode ser feito numa curta viagem a capital potiguar.

Luciano Palumbo

Natal, no Rio Grande do Norte é um desses destinos ideais para curtir em família. Pra ser bem honesto: eu que trabalho viajando – quando “tiro férias” – quero mesmo é ficar em casa! Mas, uma viagem em família é sempre boa para repor as energias e encurtar, ainda mais, os laços de amor. E foi assim que a gente se divertiu nas areias e águas potiguares.

A chegada por lá já é impactante. Do alto da ponte Newton Navarro já é possível avistar algumas das principais atrações da capital: as dunas douradas da vizinha Genipabu, o Forte dos Reis Magos e, claro, o mar em diferentes tons de azul. Natal foi fundada pelos portugueses no século 16, com a construção do Forte dos Reis Magos – fortaleza com formato semelhante ao de uma estrela de cinco pontas –, hoje, um dos principais cartões-postais da cidade.

O dia começa cedo em Natal. A primeira providência é alugar um carro – de preferência um buggy – para circular pela capital e pelos arredores. Seguindo para o litoral Norte, os destaques são as dunas de Genipabu e as lagoas de Jacumã e Pitangui, onde são praticados o esquibunda e o aerobunda. Ao Sul, ficam as tranquilas praias da região levam à vila de Pipa, a 90 quilômetros dali.

AREIA E MAR

Um dos principais passeios para quem está ou visita Natal é passar pelas dunas de Genipabu. O rolê pode ter até um dia inteiro de duração, vai depender da sua disponibiidade. De buggy você vai viajar por diversas paisagens e parques de dunas móveis como as de Graçandu e Pitangui, e a duna que deu nome e originou o passeio, a famosa Duna de Genipabu.

Por ali, há também uma parada para quem quer andar de dromedário (R$ 40), além de paradas na nascente do Rio Pratagi e na Lagoa do Jacumã, onde você pode fazer atividades com muita adrenalina. Por lá, não deixe de experimentar as divertidas descidas de aerobunda ou no esquibunda (R$ 10), pois vale a pena. Esta atração já é patrimônio turístico de Natal.

EMBAIXO D`ÁGUA
Um dos mais incríveis mergulhos que fizemos até hoje no litoral brasileiro foi em Natal. Tudo começa em um transfer até a praia de Maracajaú, para ser mais exato até o Manoa Park (mais ou menos 60 quilômetros de Natal), e segue pelo mar em barco até os Parrachos de Maracajaú.

O parracho está situado dentro da Área de Proteção Ambiental dos Recifes de Corais (APARC), com águas mornas e cristalinas e proporcionam aos visitantes uma experiência única de interação como o ecossistema marinho, suas belezas e seus mistérios, dentro de um verdadeiro aquário natural. O visual é mesmo incrível!

Debaixo d’água, as formações de corais formam enormes berçários de vida marinha, onde centenas de espécies se reproduzem e se alimentam. Fazer um mergulho e conhecer um pedacinho submerso do planeta é uma experiência inesquecível. Nas águas clarinhas da região é possível fazer mergulho com snorkel, e os mais experimentes e corajosos podem fazer mergulhos mais profundos.

PONTA NEGRA

A mais badalada praia de Natal, Ponta Negra tem como marca registrada o Morro do Careca, uma duna de 120 metros de altura e cercada por vegetação, com acesso fechado. O cenário reúne ainda um mar repleto de banhistas, surfistas, adeptos do windsurf e kitesurfe, além da turma do stand-up paddle.

É o bairro com melhor estrutura turística de Natal. A praia é também a mais badalada, onde você encontra diversos vendedores ambulantes e barracas que oferecem sombreiros e cadeiras. Na orla ficam vários restaurantes e quem quer almoçar por ali não precisa andar muito.

QUANDO IR

O local é perfeito para viajar em qualquer época do ano. Em novembro, o tempo é mais instável, mas o sol brilha 300 dias por ano por lá.

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário