Suzane Hammer
Suzane Hammer

Uma viagem de cultura e sabores em Khan el Khalili

10 de setembro de 2019
Eu QueroLugares Pelo Mundo Árabe

Khan El Khalili, ou Jan El Jalili, é o mercado mais famoso do Egito e de todo Oriente Médio. Sua origem data do ano 1382, quando o sultão mameluco Djaharks el-Jalili decidiu construir um lugar de descanso para os comerciantes da região. O lugar escolhido foram as ruínas de um antigo cemitério fatímida. 

Localizado no Cairo, capital egípcia, o mercado de Khan el Khalili é uma verdadeira atração turística. Quando pensamos, em História da Antiguidade e cultura antiga, rapidamente, nos lembramos do Egito, porém o que poucas pessoas sabem é que o Egito oferece muito mais do que os maravilhosos e tradicionais passeios por monumentos históricos.

Khan el Khalili se estabeleceu como importante centro comercial, por meados do final do Século XIV, e durante séculos, manteve-se como uma importante zona de área econômica, para a cidade do Cairo. Nos dias de hoje, o mercado, que é formado por várias ruas estreitas repletas de tendas de comerciantes locais ( aproximadamente 900 tendas ), é um lugar que nos transporta diretamente ao passado, por meio do seu aroma de especiarias e visual incrível da cultura árabe.

Nesse centro comercial, você pode encontrar os mais diversos produtos de artesanato, decoração, joias, tecidos, perfumes, lanternas coloridas, instrumentos musicais ,antiguidades, souvenirs, ervas e especiarias. Você precisará apenas de um bom tempo para caminhar pelas movimentadas ruas. O ideal é que você tenha tempo para negociar, só assim vai conseguir comprar os produtos por preços mais acessíveis. Pechinche muito!

Além do mercado, um dos lugares mais interessantes e famosos onde você pode degustar um autêntico café da região é o El Fishawi, também conhecido como Café Líterário dos Espelhos. Este é um dos cafés mais famosos do Cairo. Aberto dia e noite há mais de 200 anos é muito procurado por turistas e personalidades locais, como o vencedor do prêmio Nobel de literatura, Naguib Mahfouz. Seu romance  “A Viela de Midaq”, foi escrito nesse ambiente exótico. Neste café é possível  provar as melhores  narguilés, mais conhecido como shishas,  apreciar excelentes cafés e chás de hortelã e a deliciosa gastronomia egípcia.

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário