Nanna Pretto
Nanna Pretto

Uma casa em cada canto do mundo

02 de novembro de 2018
Eu GostoSão Paulo

Já pensou como seria incrível se pudéssemos ter uma casa em cada lugar que visitássemos? Para viver a atmosfera local, comer a comida da região, conhecer vizinhos e se sentir da terrinha? Pois é, a cada viagem que faço a minha paixão pelas casas de aluguel aumenta.

Ok, o hotel tem suas vantagens, conforto e infraestrutura que fazem a viagem valer muito a pena –e o meu muito obrigada para os que oferecem equipe de monitoria para crianças. Isso é vida! Ainda vou falar deles aqui… Mas como cada viagem tem uma história e um planejamento diferente, hoje eu vou mostrar algumas dicas que aprendi ao longo de alguns aluguéis de temporada.

Se você está sozinha sem criança, o melhor são aptos charmosinhos no centro da cidade, que tenha infra e serviços perto. Em Paris nos ficamos num estúdio super charmoso em Marais, um bairro descolado e bem delícia para caminhar e fazer comprinhas. Estávamos numa doce viagem offkids.

Na Ilhabela, pensamos numa casa grande, com mesa de ping-pong, piscina e muita área verde para as crianças. Tinha uma decoração linda e uma bela varanda para nossos jantares e vinhos (e com rede de proteção), mas era ótima para as crianças. O mesmo quando alugamos casa no litoral aqui de São Paulo. A do ano novo, por exemplo, terá quatro suítes para caber a turma de amigos e fica dentro de um condomínio com quadra de futebol, tênis e espaço para andar de bicicleta. Família buscapé rumo a 2019.

Na Disney, a nossa tão sonhada viagem de novembro, também optamos pelo aluguel de uma casa num condomínio que me indicaram num grupo de viagens do Facebook. Ele chama Magic Village e é próprio para aluguéis familiares. Levamos em consideração a opinião das pessoas mais experientes de que as crianças ficam exaustas após um dia de parque. Então banho, comidinha caseira e cama é a melhor escolha. Aliás, os meninos olham as fotos e ficam extremamente ansiosos pela “nossa casinha” dos States.

A ideia, na maioria dos casos, é alugar uma casa com a infraestrutura que atenda o propósito da viagem. Assim, a bagagem diminui consideravelmente. Depois é pensar num cardápio, anteciparmos as compras e termos algumas referencias de restaurantes e centrinhos comerciais perto, caso dê vontade (ou necessidade) de sair.

Para as viagens com crianças, eu preparei umas dicas que considero essenciais na hora de escolher uma boa casa. Confere aí!

De resto, é aproveitar cada momento como se fosse único!

 

 

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário