Dina Barile
Dina Barile

Socorro: turismo rural e acessível

26 de fevereiro de 2020
Eu Vivo

Socorro oferece atividades que encantam e atraem turistas das mais diversas idades, de todos os estilos e condições físicas. 

Socorro foi fundada em agosto de 1829, e recebeu o nome definitivo em homenagem à padroeira Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Fica localizada a 110 km de Campinas e 132 km de São Paulo, na Serra da Mantiqueira, e já está consagrada como um dos principais destinos paulistas para a prática de atividades de aventura e referência em acessibilidade. 

Crédito: rosanetour.com

As atividades de aventura e a estrutura hoteleira adaptada às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, bem como, as ações em prol do turismo acessível promovidas pela cidade de Socorro renderam o posto de melhor destino turístico do estado de São Paulo na categoria Turismo Social, segundo a premiação Top Destinos Turísticos 2017, uma iniciativa da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) e do SKAL Internacional São Paulo. 

Crédito: Vicente Eugenio/ Visualhunt

Para garantir a livre mobilidade dos visitantes com deficiência física pelas ruas, a cidade possui sinalização tátil, elevadores, rampas e barras nos pontos turísticos, além de realizar ações de fiscalização nos estabelecimentos para garantir que todos tenham rampas de acesso dentro das normas de segurança. 

Porém, o grande diferencial está no atendimento feito a essas pessoas, que faz da cidade o destino ideal para aqueles que procuram atividades para se aventurar entre amigos e família ou hospedagens para relaxar em meio à natureza. 

É também na cidade que fica localizada uma das mais longas tirolesas do Brasil, com um quilômetro de extensão, cortando os estados de São Paulo e Minas Gerais. 

A tirolesa merece um capítulo à parte. 

Os responsáveis pelo Parque dos Sonhos sonharam em adaptar esportes como rafting, boia-cross e rapel às pessoas com deficiência. 

E criaram a “tirolesa do pânico”, inventando uma espécie de bolsa, para que os portadores de mobilidade reduzida pudessem usufruir. Mas hoje todos desfrutam dessa deliciosa brincadeira (veja na foto à direita como estou equipada para a atividade). 

O Parque dos Sonhos foi o primeiro a receber a certificação da norma internacional ABNT de sistema de gestão da segurança aplicável no turismo de aventura. 

Turismo Rural em Socorro

Um ótima opção  é um tour pela Fazenda 7 Senhoras onde é possível conhecer a plantação, o terreiro e o galpão de beneficiamento do café especial de origem e ainda fazer uma degustação. É uma oportunidade única para conhecer os processos de moagem e torra e também aprender a diferenciar os diferentes tipos da bebida e suas peculiaridades.

Na mesma linha, a agência Mundaka leva os turistas a uma viagem no tempo, direto para o ano 1880. Trata-se de uma visita histórica pela Fazenda Fartura – que já foi uma das maiores produtoras de café do Estado de São Paulo -, guiada por seus herdeiros, que contarão como viviam os proprietários e escravos na época e como era a produção.

Lá ainda hoje dá para ver um conjunto de edificações que inclui a casa-sede, as casas dos antigos colonos, o galpão onde ficava a máquina de beneficiamento, a casa de máquinas, os silos, a capela, o moinho e os espaços para os animais que ali habitavam, como carneiros, porcos e vacas.

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário