Nanna Pretto
Nanna Pretto

O que as praias do norte de SP têm de bom

20 de março de 2019
Eu CompartilhoSão Paulo

Se eu falar para vocês que o melhor programa para mim é praia e sol vocês não vão duvidar, né?! Como boa baiana, nascida e crescida em Salvador, não tem nada melhor do que a maravilhosa dúvida de fim de semana: para qual praia iremos?

Claro que aqui em SP essa questão não é tão corriqueira, porque a água mais próxima de mim é a piscina do prédio. Mas, sempre que podemos, ir ao Litoral Norte paulistano é a nossa opção.

Não, não temos casa por lá. Mas já falei também que eu sou a louca do aluguel de casas. Então quando dá vontade eu alugo e vou.

O segredo das praias do Litoral Norte de SP é viajar fora de temporada ou feriados. Porque o trânsito da região irrita qualquer programa. Já fiquei fácil 5, 7 horas para andar 200km.

Negociar um dia no trabalho e criar seu próprio feriado é a melhor opção, não tenha dúvidas! E aí vão as minhas dicas para isso:

Juqueí

A região é uma delícia, praia batida e casas incríveis. Não é o tipo de praia que eu amo, e a loucura das tendas de condomínio irritam um pouco (se não chegar cedo, simplesmente não tem onde montar seu guarda-sol).

Mas é uma praia super familiar com areia batida e ótima para as crianças. Ah, para quem curte um esporte, a areia da praia de Juqueí é ótima para correr ou jogar frescobol

Toque-Toque Pequeno

É uma região onde predominam condomínios e você pode alugar uma casa em qualquer um deles. Tem uma mais charmosa que a outra. A praia de Toque Toque, na maioria das vezes, está como eu gosto: piscininha, amor. Me lembra muito a praia do Porto da Barra, em Salvador, que tem aquele vai e vem de ondas sem espuma e areia fofa. Mas não é sempre assim, então vale acompanhar a maré.

Quando o mar está calmo, ela é ótima para nadar, fazer stand up e tranquila para crianças.

Paúba

É bem parecido com Toque-Toque, tem o mesmo estilo de praia. Porém é maior. O condomínio que alugamos a casa era bem grande, com opções para todos os gostos. Essa casa não tinha piscina, e isso fez falta, pois um determinado momento as crianças se enchem de ficar na areia.

Também calminha e de areia fofa, ela é mais “popular” que Toque-Toque (os condôminos dessa a torna um pouco mais exclusiva).

Nos dias em que fiquei por lá, eu nadei no mar todos os dias e os meninos andaram de caiaque acompanhados de tartarugas marinhas.

São Sebastião/Guaecá

As vezes que ficamos em São Sebastião, nós pegamos praia em Guecá, que fica há uns 20 minutos de carro do centro. As praias do centro de São Sebastião não são tão legais. Seja pela poluição,  pelo barcos e até por serem muito grudadas na pista. Claro, não é que sejam horríveis, mas tem melhores.

Guecá é uma praia grande com uma vista linda. Já pegamos mar bravo e calminho, depende da época. É super familiar e, por conta dos condomínios (você tem acesso à praia por um deles, inclusive), é mais seleta.

Ótima para crianças e famílias, mas sem estrutura de barraca, banheiro e sombra (tem de levar tudo)!

Ilha Bela

Para mim não tem lugar mais bonito que a Ilha. É trampo chegar e uma viagem de fim de semana não é suficiente, mas vale a pena o sacrifício –e os borrachudos.

Comecei a ir para Ilha Bela ainda na faculdade, acampando com amigos. A grana era curta e a vontade de passar a virada do ano por lá era maior. Depois comecei a alugar casas por lá e, recentemente levamos as crianças num feriadão em família.

Se quiser conhecer as várias praias da Ilha você precisará de carro. E aí tem que ter paciência com o transito local.

Você também pode alugar um barco e sair a passeio nas principais praias. Se souber mergulhar, melhor ainda. A vida marinha em Ilha Bela é incrível.

A última casa que aluguei por lá foi no morro, com uma vista linda, mas longe das praias e do centro. É uma outra viagem. Isso é apaixonante do Litoral Norte de SP. Você tem, de um lado, as praias e, do outro, uma serra de tirar o fôlego.

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário