Amigos Lugares Pelo Mundo
Amigos Lugares Pelo Mundo

O Fiorde de Geiranger – Uma das paisagens mais deslumbrantes do planeta

16 de julho de 2018
Eu CompartilhoLugares Pela Europa

Por Mara Pessoa

A Noruega, juntamente com os outros países que compõem a comunidade nórdica, é mundialmente conhecida por possuir um dos mais altos índices de desenvolvimento humano e por ser morada de uma das populações mais felizes do mundo. Mas a sua incrível história nos conta que nem sempre foi assim, e que o caminho foi bem longo até a construção do país que conhecemos nos dias atuais. A Noruega foi considerada um dos mais pobres de toda a Europa até a década de 70. Passou por muitas guerras, incluindo a era viking, a invasão Alemã durante a segunda guerra mundial, e a independência da Suécia.

Contexto

Por ter apenas 4% do território agriculturável, por conta do clima super rigoroso durante maior parte do ano, sempre teve sua economia baseada no mar, principalmente na pesca. É um país de pescadores e trabalhadores incansáveis. Não é à toa que o país é o maior exportador de bacalhau e frutos do mar do mundo.

Foi na década de 70, que ao descobrir o petróleo no mar do Norte, o país conseguiu angariar recursos para desenvolver uma das mais ricas economias da atualidade. E muitos se perguntam, e até fazem comparações com outros países que também exploram o petróleo, para tentar entender como a Noruega permanece um país tão simples/tradicional mesmo detendo um dos recursos naturais mais únicos do planeta. Recurso esse capaz de gerar inúmeras guerras em tantos outros países.

E a explicação, no meu ponto de vista, está na mentalidade inspiradora e exemplar do povo norueguês. Um povo que se orgulha e preserva sua cultura. São também evoluídos tecnologicamente, e mostram que devemos tratar a natureza com respeito e cuidar dela para as gerações futuras. Acredito que seja uma das poucas nações do mundo que investe parte dos recursos do petróleo em um fundo de investimentos para as gerações futuras. Amam a natureza e são movidos por ela!

Estrutura norueguesa

Mas você deve estar se perguntando o por que estou trazendo todas essas informações sobre história e economia para falar de um pequeno vilarejo chamado Geiranger, que é título e destaque desse texto. Eu menciono isso porque, foi há poucas décadas atrás que o país se desenvolveu como um destino turístico internacional. Foi principalmente a partir da estruturação do país em termos de logística, que até os vilarejos mais pequenos localizados em áreas remotas tornaram-se acessíveis. Foi então que algumas regiões foram desenvolvidas como produtos turísticos em âmbito internacional. Essa estrutura de transportes de excelência, em primeiro lugar, foi desenvolvida para uma melhor qualidade de vida dos moradores. Mas foi também crucial para que viajantes do mundo todo pudessem visitar um dos países mais incríveis do extremo norte da Europa.

A Noruega é um destino perfeito para diferentes perfis de viajantes. Com paisagens diferentes e icônicas de norte a sul; com fenômenos naturais únicos, como o sol da meia noite e a famosa aurora boreal, que tiram o fôlego de qualquer viajante; com uma gastronomia surpreendente; um povo hospitaleiro, feliz e extremamente educado; uma cultura autêntica e com um estilo de vida que virou até “termo” para diferentes referências – o estilo nórdico de ser; uma arquitetura e tradição orgulhosamente preservadas, mas que perfeitamente entram em sinergia com a modernidade e desenvolvimento do país. Enfim, poderia usar todos os adjetivos disponíveis para descrever cada parte positiva, ou região que compõe esse destino único.

A região do Sudoeste do país, conhecida como Fiordes Noruegueses, é hoje considerada uma das regiões mais cênicas do país. Possui diversos títulos reconhecendo o destino como uma das viagens mais lindas do planeta. São inúmeros fiordes, cada um com sua beleza, sua característica e seus atrativos.

Fiorde Geiranger

O fiorde de Geiranger, em particular, é um dos dois fiordes tombados como patrimônio da UNESCO. Possui uma das paisagens mais icônicas da face da terra. De uma natureza única, foi criado durante uma sucessão de eras glaciais, quando as geleiras esculpiram fiordes profundos e moldaram as altas montanhas. Não é à toa que esse fiorde está listado entre um dos lugares mais espetaculares do mundo! Que lugar inspirador! É inspirador não só para os visitantes, que viajam longas distâncias a partir de diferentes partes do mundo para conhecer o pequeno vilarejo de Geiranger. É também inspiração de contos de fadas. Foi cenário para um dos desenhos animados mais famosos da atualidade: o Frozen.

Rotas turísticas

É ainda em uma das estradas cênicas que leva até o vilarejo, e que fazem parte das rotas turísticas nacionais, que a experiência começa. As paisagens são de tirar o fôlego e são super dramáticas. Existem diversos pontos para paradas programadas, como por exemplo a Geiranger Skywalk – Dalsnibba e a Ørnevegen – Eagle Road, você pode admirar o fiorde a partir de cima.

É a partir de lá no topo do mundo que você começa a entender o por que de esse fiorde ser uma das paradas obrigatórias de qualquer roteiro pela região. Você teria que ser muito blasé se não se deixasse impressionar por essa criação impressionante da Mãe Natureza.

Para os amantes da natureza, o Fiorde de Geiranger tem muito a oferecer e são diversas as formas de se explorar o destino. Esse destino, foi uma das mais lindas paisagens que já vi na vida…de tirar o fôlego! Você pode fazer  uma simples caminhada pelo vilarejo sentindo o ar puro e refrescante ou passeios de barco. É possível também fazer desde city tour em carros movidos a energia elétrica a hikings nas montanhas.

Apenas admirar e contemplar a paisagem com uma boa xícara de chá a partir das janelas do seu quarto no Hotel Union Geiranger, pode também ser a mais agradável vivência desse lindo destino. Aposto que você já se imaginou nesse pequeno vilarejo!

Passeios pelos fiordes

Uma experiência inesquecível é entrar em contato com os fiordes de uma nova perspectiva, em um caiaque, remando em meio às águas salgadas, porém calmas do fiorde, em direção a cachoeiras impressionantes que se formam com o degelo das montanhas.  As famosas quedas das sete irmãs.

Geiranger está passando por um processo de certificação, para receber o selo de Destino Sustentável. É um destino que está trabalhando toda a sua cadeia de produção para reduzir os impactos negativos do turismo. São inúmeros cruzeiros desembarcando milhares de visitantes, todo verão. Destinos como Geiranger desejam dividir com todos os seus visitantes experiências inesquecíveis. Mas para isso é preciso pensar na preservação da natureza e da cultura locais, e trazer desenvolvimento econômico para a população local. E o turismo é a principal atividade econômica e importante fator para os habitantes locais.

 

 

Lembre-se, antes de se aventurar pelo oeste americano, faça um seguro viagem.

O Lugares Pelo Mundo conta com uma novidade para todos que amam viajar. Com o cupom “LUGARESPELOMUNDO”, no site da Seguros Promo, você consegue um desconto especial para seu Seguro Viagem!

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário
  1. Fernando Aranha   •   19/07/18   •   09h57

    Excelente postagem Mara, o destino é maravilhoso e inspira a todos seus visitantes.
    Parabéns!!