Ma Chaves
Ma Chaves

Nounours des Gobelins: Os famosos ursos de Paris

08 de outubro de 2020
Eu VivoLugares Pela Europa

Os ursos no terraço da livraria azul em Paris

Já ouviram  falar nos nounours des Gobelins? Vamos contar a historia desses fofinhos que invadiram e conquistaram Paris.

Quem são os nounours des Gobelins?

Nounours em português que dizer urso Teddy, o urso de pelúcia. Em inglês, são os famosos Teddy bears, aqueles das histórias infantis.

Os nounours des Gobelins, são ursos de pelúcia que tem povoado esta parte de Paris, que é chamada de Gobelins. Uma parte que fica na Rive Gauche, que é a margem esquerda do Rio Sena, no bairro 13, nos arredores do metrô Gobelins.

ursos des Gobelins reunidos na varanda em bistrô em Paris

Os ursos des Gobelins reunidos em bistrô do bairro 13 em Paris

Como surgiram os ursos ou nounours des Gobelins ?

Os ursos de Gobelins foram uma ideia do dono de uma livraria que fica na região de Gobelins em Paris. Um belo dia, Philippe, resolveu espalhar ursos aos arredores da sua loja, para tentar trazer um pouco de alegria aos dias cinzentos, que são muitos na capital francesa.

Os ursos não tinham como passar desapercebidos, pois além da situação ser inusitada, eles eram bem grandes (medem quase 1,40 m e pesam 5 quilos) sendo assim, começaram a chamar muita atenção. Aos poucos, os moradores do bairro foram se acostumando e já era impossível não sorrir diante de tanta simpatia e fofura.

Isso atraiu curiosos que tentavam descobrir de onde tinham vindo o ursos e o porque de estarem ali. Deu certo: o buzz estava criado.

estarem ali. Deu certo: o buzz estava criado.

Nounours des gobelins au le deux magots a Paris
Os ursos des gobelins no famoso Le deux Magots em Paris

No inicio ninguém acreditava que isso não era uma jogada de marketing e sim apenas um modo simpático de deixar o bairro mais convivial.

Os ursos chegaram em 2018, mas uma pessoa me garantiu que morava na região na época, e que eles já estavam lá em 2017. Não achei a data precisa.

Passado o sucesso do primeiro verão foi hora de recolher os bichinhos. Já no ano seguinte, eles voltaram com força total e já eram 200 ursos. Tudo comprado com os próprios recursos do livreiro. Não existe patrocínio nem empresa por trás da ação.

Quer saber mais sobre a moda na França? Clique aqui e conheça a história da famosa camiseta listrada francesa.

dois ursos des Gobelins escalando o portão de uma praça em Paris

Os ursos ganham vida escalando o portão de uma praça em Paris

Os ursos mudaram a dinâmica do bairro

O dono declara que hoje, os ursos já estão por diversas partes da cidade e que os turistas se deslocam para vê-los. Querem fotografa-los e conhecer sua historia.

No bairro, as pessoas o cumprimentam, coisa que não acontecia antes. “Existem pessoas que eram meus vizinhos e nem nos conhecíamos”, diz Philippe. Os ursos mudaram isso.

nounours des Gobelins ou urso em uma rede na calçada de Paris e uma turista tirando uma foto

O dono dos ursos, Philippe arruma um de seus “filhos”.

Teve até casamento dos ursos, uma cerimônia realizada pela prefeitura do bairro 13, com 2 horas de duração, ursos enchendo a sala e 2800 convidados. E acredite: o casamento foi registrado no livro de matrimônios. Surpreendente, não?

Hoje qualquer um pode passar 48 horas com os ursos, basta se inscrever no instagram @nounoursdegobelins e fazer seu pedido. Você deve cuidar deles: levar os peludos com você para onde for, e tirar fotos marcando o perfil. A foto mais votada pode vir a ganhar um urso.

Na pandemia os ursos começaram a ser usados para manter o distanciamento social. Foram colocados em bancos e em mesas de restaurantes, para marcar os lugares. Uma iniciativa que tem dado certo.
Especuladores dizem que foi uma ótima jogada de marketing. Se foi marketing eu não sei, o que sei é que os nounours des Gobelins mudaram pra sempre a rotina dos dias cinzentos da Parisinha.

Urso em uma moto em frente ao arco do triunfo em paris

A simpatia dos ursos ganha toda a Paris

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário