Suzane Hammer
Suzane Hammer

Madaba – Fragmentos do passado na cidade dos mosaicos

17 de setembro de 2018
Eu VivoLugares Pela ÁsiaLugares Pelo Mundo Árabe

Dois milhões de pedrinhas coloridas desenham um dos mais famosos mosaicos do Mundo: o mapa de Madaba. Este belo e colorido trabalho de artistas anônimos datado do século VI D.C. é considerado o mais importante mosaico descoberto na Jordânia. Acredita-se que tenha sido feito por membros da comunidade cristã de Madaba, e é a representação mais antiga em mapa de Jerusalém e da Terra Santa preservado.

O mapa de mosaico de Madaba se encontra no chão da Igreja Grega Ortodoxa de S. Jorge, a principal atração da cidade. A igreja foi construída em 1896 d.C. sobre as ruínas de uma igreja bizantina do século VI muito mais antiga. O painel de mosaicos que contém o mapa tinha, originariamente, o tamanho de 15,6 m por 6 m e 94 metros quadrados, e apenas um quarto do mapa foi conservado. 

Acredita-se que o propósito de se colocar o mapa no chão da igreja era, além de glorificar o trabalho de Deus nas terras bíblicas, ajudar o peregrinos a localizar os lugares santos. Apesar de alguma inexatidão, o mapa reproduz povoados e características geográficas com precisão.

A pequena igreja é repleta de diversos e coloridos mosaicos retratando diversos santos e passagens da vida de Jesus. Um lugar que inspira muita admiração e paz.   

Madaba é uma pequena cidade a apenas 32 km de Amã, a capital da Jordânia e próximo ao Mar Morto. A partir do século IV tornou-se um importante centro da Cristandade. Tem a maior população de cristãos do país e hoje continua a ser conhecida por sua tolerância religiosa em pleno oriente médio. Mas ainda é possível ver por toda parte as mulheres usando o véu islâmico, mas nem por isso deixam de exibir lindos sorrisos e olhares brilhantes.

A cidade tem uma longa história e é mencionada pela primeira vez na Bíblia durante o êxodo, por volta de 1200 a.C. Repleta de pequenas lojas de artesanato local, é possível visitar e conhecer o trabalho delicado e minucioso das mulheres e deficientes físicos no centro de formação de artesãos. (Handicraft centre and Mosaic Workshop) que requer muita paciência e dedicação para criar as mais belas peças de diferentes cores e tamanhos de mosaicos. Primeiro o desenho é feito em uma tela, que é coberta com peças coloridas coladas uma a uma. Ao final, a imagem é tirada do negativo, pelo lado que recebeu a cola, para que todas as peças fiquem da mesma altura.

 A cidade é pequena e bem gostoso para uma caminhada tranquila e no museu da cidade é possível ver a árvore de Madaba  original: a árvore que virou símbolo da fertilidade da terra dali. A árvore de Madaba é o desenho  mais popular da Jordânia. Diz a lenda que a árvore batizada de Madaba originalmente produzia cachos de uva tão gigantescos que eram necessários dois homens para carregar cada um deles.

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário