Suzane Hammer
Suzane Hammer

Locais sagrados pelo Mundo: Mesquita Sheikh Zayed

20 de junho de 2020
Eu QueroLugares Pela Ásia

Espetacular, majestoso e belo. Esses são alguns dos adjetivos que podemos usar quando temos a oportunidade de visitar e admirar a Grande Mesquita Sheikh Zayed em Abu Dhabi nos Emirados Árabes. A mesquita recebeu este nome em homenagem ao já falecido Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan, ex-presidente dos Emirados Árabes responsável pelo desenvolvimento do país

A mesquitas possui uma área de 22.412 m², equivalente a 4 campos de futebol, foi totalmente construída em mármore branco com capacidade para abrigar 21.000 fiéis. O islã é a religião predominante nos Emirados Árabes e se tornou muito mais do que uma religião, mas também um modo de vida, de comportamento com regras de vestimentas, alimentação e postura.

Apesar de sua grandiosidade, a Grande Mesquita de Abu Dhabi, não é  considerada uma das maiores do Mundo, mas não resta duvidas que ela é sim, uma das mais lindas e espetaculares. As mesquitas são construções típicas da arquitetura islâmica e traduz de forma belíssima o local de orações do povo muçulmano. Totalmente Branca com detalhes dourados e contrastando com um céu azul anil, suas cúpulas, minaretes e arcos, refletem em espelhos d’água, uma obra prima da arquitetura. E a noite, luzes especiais, iluminam a silhueta da mesquita, transformando este local sagrado em um espetáculo a parte.

As minaretes são torres normalmente bem altas e esguias, se destacam nas mesquitas e são utilizadas para anunciar as cinco chamadas para as orações diárias dos muçulmanos. Uma curiosidade bem interessantes das mesquitas é a ausência de imagens de pessoas, ou animais que são proibidas. Inclusive, não existe nem a imagem ou pintura de Maomé em casas muçulmanas tradicionais.

A construção da mesquita foi iniciada no ano de 1996 e recursos não foram economizados para construí-la. Os números surpreendem: o custo foi de US $545 milhões. A mesquita possui 4 minaretes e 82 abóbadas. 3000 trabalhadores, 38 empresas terceirizadas, artesãos e materiais nobres vieram de várias partes do Mundo para participarem da construção dessa mega obra.

Países como Índia, Itália, Alemanha, Egito, Turquia e Marrocos, cada uma a sua maneira tem sua contribuição expressa nas paredes, pisos e decorações esplendorosas. Em um dos salões de orações está o maior tapete do Mundo pesando 38 toneladas, 5.625 metros quadrados, 2,3 bilhões de nós e foi confeccionado durante um ano e meio por 1.200 mulheres iranianas.

Na sala principal de orações , também podemos ver o terceiro maior lustre do mundo, pesando 10 toneladas. Pendurado na cúpula central, tem 10 metros de diâmetro, 15 metros de altura, 12 toneladas e foi confeccionado com milhares de cristais Swarovski na Áustria, além de decorações adicionais de vitrais da Itália e ainda banhado em ouro 24 quilates. Todos os 7 lustres foram importados da companhia Faustig de Munique, Alemanha.

Gigantescos mosaicos florais feitos por artesãos italianos, decoram pisos, colunas e paredes por toda a Mesquita. Materias de diversas partes do Mundo como 30 diferentes tipos de mármores de primeiríssima qualidade,  incluindo da Macedônia, Lasa da Itália, Makrana da Índia, usado no anexos e escritório. Ouro e pedras semipreciosas como lápis-lazúli, ágata vermelha, ametista, concha de abalone e madrepérola foram utilizados para decorar as mais de 1.000 colunas de mármore branco onde flores e trepadeiras  brotam do piso e se espalham por todos as paredes e colunas.

Por ser um local religioso muçulmano, existem regras de vestuário que precisam ser obedecidas, tanto para homens como para mulheres que visitam a Mesquita. Mulheres precisam cobrir pernas, braços e cabeça e homens precisam estar com as pernas cobertas. A mesquita fornece abayas tradicionais gratuitamente para as mulheres, assim não será necessário comprar algo apropriado e ser impedida de visitar o local.

Apesar das restrições, este lugar sagrado é impressionante e merece estar na lista de lugares a serem visitados em Abu Dhabi. Independente de sua religião ou crença, devemos sempre respeitar um local sagrado. Além de aprender sobre a cultura e costumes locais, também é um momento para reflexão e observação.


Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário