LPM
LPM

Kuelap, a cidade entre as nuvens

26 de abril de 2018
Eu VivoLugares Pela América do Sul

 

Já ouviu falar da Fortaleza de Kuelap? Provavelmente não. Isso porque, ela está localizada no Peru, país cujo primeiro destino associado geralmente é a famosa Machu Picchu. E estamos aqui para apresentar novas rotas e experiências, afinal há muito para se conhecer por lá.

Crédito: clandestino_20 on Visualhunt

A Fortaleza, ou Complexo Arqueológico de Kuelap, localiza-se ao norte do Peru, no topo dos Andes amazônicos.  Os Chachapoyas, cultura pré-inca, projetou a fortaleza para se defender dos outros povos, isso entre os anos 800 a 1470 d.C. Entretanto, não funcionou muito bem como o planejado, isso pois, o complexo foi conquistado pelos incas mais tarde.

Paisagens incríveis

Como está a 3 mil metros acima do nível do mar, permite ao visitante uma vista privilegiada. A milenar cidade está praticamente entre as nuvens, tão perto do céu. De lá se pode ver o tapete verde que se estende sobre a paisagem.

Clique ou arraste para o lado. 

Aliás, para se chegar lá é uma verdadeira aventura.  Começa na cidade de Chachapoyas, a capital da região da Amazonas peruana. Já no caminho para a cidade, enquanto se sobe as montanhas, é possível ver ruínas arqueológicas. De longe se aprecia a grande muralha de pedras que protege a cidade. Para entrar, são apenas três entradas, que são em forma de estreitos becos murados.

Ano passado, o complexo foi eleito como “A melhor atração no exterior”, pelos leitores da “National Geographic Traveller” no Reino Unido. Recentemente foi inaugurado também um sistema de teleférico, que percorre um trajeto de 4 km e proporciona uma vista maravilhosa do local. Se pode visitar o local em qualquer época do ano, embora os locais recomendam a época entre maio e setembro, que é quando tem menos chuvas.

Crédito Site oficialTelecabinas Kuélap

Além do complexo arqueológico, na região do Amazonas também é possível visitar as cataratas de Gocta, que figuram entre as maiores cachoeiras do mundo, com mais de 700 metros. Para quem gosta de caminhar, é possível fazer circuitos de trekking. E na rota ainda ser presenteado com uma variedade de orquídeas em estado natural.

Crédito: orientalizing /VisualHunt

Por mais que certos destinos se destaquem, é sempre importante lembrar, ainda há muito, muito mais desse vasto mundo, cheio de cantinhos lindos e ricos, para conhecermos.

 

 

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário