Amigos Lugares Pelo Mundo
Amigos Lugares Pelo Mundo

A mudança que muda o mundo

17 de outubro de 2018
Eu Faço

O tema “mudança” tem ficado em evidência nos últimos tempos, e em todo lugar por onde andamos nos deparamos com esta palavra, sejam nos jornais, TV, redes sociais, e até mesmo nas manifestações sociais em diversos espaços urbanos.

Parece um tema muito simples de se entender e interpretar, afinal nossa vida é feita de mudanças! Presenciamos uma profunda mudança no jeito de se comunicar, através da revolução tecnológica; observamos as mudanças climáticas que tem afetado o ecossistema do nosso planeta; acompanhamos mudanças constantes na política do nosso país, com alternância dos cargos, interferindo diretamente em nossas vidas; avaliamos os nossos hábitos de vida, buscando mudanças que nos levem à felicidade e a um estado físico e mental mais saudável; às vezes mudamos de endereço, de emprego, de celular, de estilo… E até mesmo de ideia, opinião e personalidade. Mas, talvez seja preciso um olhar mais profundo sobre o que é a mudança e suas consequências.

Um dos grandes pensadores da história, Mahatma Gandhi, certa vez disse que “Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim”. Geralmente quando o ser humano pensa em mudar, pensa apenas em si próprio, e não pensa nas consequências que isso trará para o próximo e para o mundo ao seu redor. E é isso que faz toda a diferença para o mundo! Se nós somos o mundo, e a mudança do mundo depende de todos nós, que comecemos por nós mesmos, de modo a despertar a mudança no próximo, e conseguirmos influenciar tudo e todos que estão à nossa volta. Só assim conseguiremos um mundo melhor.

Grandes mudanças acontecem de dentro para fora. Conhece-te a ti mesmo! Permita-se fazer reflexões filosóficas. Questione os dogmas, paradigmas, crenças e as notícias que você recebe. Tenha atitude crítica, ou seja, tenha a capacidade de julgar, discernir e decidir corretamente, examinar racionalmente todas as coisas sem preconceitos e pré-julgamentos, e analisar detalhadamente uma determinada ideia, valor, comportamento, costume, obra científica ou artística. Busque a razão, a verdade, e evite se distrair, iludir e fugir da verdade. Busque a Filosofia, que nada mais é do que “o amor e respeito pelo saber”.

Alcançar o autoconhecimento é um caminho árduo e difícil, e até mesmo pode ser inibido pelo medo da mudança e dos possíveis rótulos que a sociedade pode criar para você, mas é o caminho a ser seguido para encontrar a liberdade, a justiça e a felicidade.

Esta mesma reflexão também vale para quem é empreendedor, em relação ao seu negócio. Conhece-o profundamente? Está preso a algum paradigma ou crença? Está agindo com racionalidade para então chegar ao sucesso? Questiona sobre as ofertas recebidas, sobre suas parcerias, fornecedores e clientes? Conhece o seu mercado e seus concorrentes?

DICA DE LEITURA: Livro “Convite à Filosofia”, de Marilena Chaui.

 

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário
  1. […] para o mesmo local, mas será distinto, afinal, a cada dia sofremos pequenas (ou mesmo grandes) mudanças. Entretanto, além da transformação poder acontecer em nós, pode acontecer no próprio […]

  2. […] para o mesmo local, mas será distinto, afinal, a cada dia sofremos pequenas (ou mesmo grandes) mudanças. Entretanto, além da transformação poder acontecer em nós, pode acontecer no próprio […]