Adriana Lage
Adriana Lage

6 Pirâmides pelo mundo

10 de outubro de 2019
Eu QueroLugares Pela ÁfricaLugares Pela América Central e NorteLugares Pela ÁsiaLugares Pela EuropaLugares Pelo Mundo Árabe

Pirâmides são estruturas que mexem com o imaginário popular. Segunda a história, elas foram feitas para reverenciar deuses antigos ou servir de mausoléu para os reis do passado. Mas ainda também existem aqueles que dizem que elas foram feitas por criaturas vindas de outro planeta.

Independente de qual versão você acredite, a verdade é que sua beleza e histórias atraem turistas do mundo todo. Por isso listamos algumas das pirâmides mais famosas do mundo para você adicionar a sua lista de viagens.

Pirâmides de Gizé

Onde: Cairo, Egito

Foto: Ana Paula Hirama on Visualhunt

Consideradas as atrações turísticas mais antigas do mundo – desde o tempo de Heródoto no século 5 a.C, as pirâmides encantam pela sua grandiosidade e sua simplicidade e estão entre as maiores edificações construídas pelo ser humano.

A expansão urbana do Cairo chegou aos limites da região e hoje você pode almoçar na rede fast-food KFC com vista para as pirâmides.

Foto: giancornachini on VisualHunt.com

Dica: Chegue cedo para evitar as dezenas de ônibus que ali param todos os dias trazendo as hordas de turistas e os marreteiros, se oferecendo para tirar fotos no camelo ou vendendo bugigangas. Cuidado ao negociar um passeio de camelo ao lado do deserto, há relato de casos em que, depois que você está bem longe, o negociante cobra 10x mais para trazer você de volta!

Grande Pirâmide de Cholula

Onde: Puebla, México

Foto: desertzarzamora on Visual Hunt

 A primeira impressão ao chegar aqui é a de que você está em frente a um morro, tanta é sua vegetação e grandiosidade. Ela é maior que a Pirâmide de Gizé em sua base, porém é mais baixa que a egípcia.

Formada por inúmeras pirâmides sobrepostas, havia um templo dedicado ao deus asteca no topo da enorme estrutura, que hoje abriga uma igreja erguida pelos espanhóis.

Foto: desertzarzamora on VisualHunt.com

Dica: Puebla está a 130km da Cidade do México. Evite os meses de julho a setembro, quando chove bastante. Explore os túneis escavados no núcleo da edificação. Você se sentirá como Indiana Jones.

Pirâmides de Saqqara e Dahshur

Onde: ao sul de Cairo, Egito

Foto: Álvaro Medina Ballester on Visual
Pirâmide de Saqqara

Saqqara e Dahshur são sítios arqueológicos com diversas pirâmides que formam a necrópole da antiga cidade real de Mênfis. As mais conhecidas são a pirâmide escalonada de Zoser – a primeira do Egito em Saqqara. A Pirâmide Vermelha – considerada a primeira pirâmide verdadeira (como a de Gizé) e a Pirâmide Curva – com sua inexplicável alteração no ângulo em um dos lados – estão em Dahshur, a 10 km dali.

No sítio você também visita um complexo de mastabas e túmulos. Tudo isso serviu de modelo e experimentos para a construção das vizinhas Grandes Pirâmides.

Foto: guillenperez on Visual hunt
Pirâmide de Dahshur

Dica: programa ideal para bate-e-volta a partir do Cairo, a 35km de distância da capital.

Templo de Brihadishwara

Onde: Thanjavur, Índia

Foto: Prof. Mortel on Visualhunt.com

Um dos maiores templos da Índia, O ‘Grande Templo’, como é localmente conhecido, é uma obra esplêndida que representa o apogeu arquitetônico do império tâmil-chola que reinavam no sul da Índia. Dedicado ao deus hindu Shiva, o gigante complexo é decorado com imagens e estátuas que representam a cosmologia hindu.

No centro da edificação, o templo piramidal é maravilhosamente decorado com entalhes de deuses. No santuário interno do templo, você verá fiéis contornando uma pedra enorme como parte do ritual de adoração a Shiva.

Foto: Puneet Hyanki on Visualhunt.com

Dica: entre novembro e março a temperatura e o clima são mais agradáveis para a visita.

Pirâmide de Cestius

Onde: Roma, Itália

Foto: mmarftrejo on Visualhunt.com

A cultura egípcia era tão fascinante que após a conquista do Egito pelos romanos, muitos deles foram transferidos para lá, onde passaram a conhecer e admirar as obras faraônicas. Caius Cestius, um magistrado romano, ficou tão impressionado com as pirâmides que mandou construir uma onde foi enterrado. Seu túmulo é muito bonito, todo revestido de mármore branco, e faz parte de um dos muros de Roma.

Foto: jacqueline.poggi on Visualhunt.com

Dica: Programe sua visita, pois o interior da pirâmide abre em sábados alternados.

Pirâmides de Meroe

Onde: a 240km de Cartum, no norte do Sudão

Foto: sharewonders.com

A cidade real dos reis cuxitas é mais conhecida como Pirâmides de Meroe, próxima ao Rio Nilo.  O império cuxita se estendeu do Mar Mediterrâneo ao coração da África e a propriedade é testemunho da troca de arte, religião, línguas e arquitetura das duas regiões.

Meroe tem vestígios de templos, edificações domésticas e até instalações ligadas ao gerenciamento de água. Nem todas as pirâmides estão intactas. O topo de muitas delas foi depredado por um caçador de tesouros italiano em sua busca frustrada por ouro.

O interior das pirâmides é de alvenaria revestido com tijolos, uma técnica antiga de construção que permitia aos governantes sudaneses levantar várias edificações enormes com rapidez e facilidade.

Foto: historyoftheancientworld.com

Cada pirâmide está acima de uma câmara mortuária escavada na rocha. Na fachada leste, há aberturas que abrigam capelas funerárias decoradas com hieróglifos e entalhes, cujo objetivo era reconfortar os mortos no além-vida.

Em uma viagem até as Pirâmides de Meroe, situadas no norte pacífico do Sudão, longe da conturbada região de Darfur, é possível combinar passeios para ver os sítios religiosos de Naqa e Musawwarat, com mistura de influências africana, romana e egípcia.
Dica: visite de outubro a março, quando o clima é mais fresco.

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário