LPM
LPM

5 organizações que ajudam refugiados no Brasil

31 de janeiro de 2020
Eu FaçoImpactos Positivos


Agora o assunto é sério: Refúgio. Dados da ONU estão cada vez mais alarmantes, de acordo com a organização mais de 70 milhões de pessoas foram forçadas a se deslocar de seu país, por inúmeros motivos. 

Porém é na escuridão que é luz pode ser vista. E nesse momento sombrio pessoas do bem se levantam para ajudar aqueles que tiveram suas vidas completamente mudadas por fatores externos. 

Mas antes de falarmos sobre essas organizações é importante deixar uma coisa clara, a diferença entre Refugiado e Imigrante. 

Refugiado:  Pessoas obrigadas a abandonarem seu país, pois sua vida, integridade física ou liberdade corriam risco. Não podem ou não querem voltar a seu país de origem porque não contam com proteção estatal. 

Imigrante: Pessoas que se deslocam voluntariamente em busca de melhores condições de vida.  Podem optar por voltar para casa e continuar recebendo proteção estatal.


Dito isso, conheça agora 6 organizações no Brasil que ajudam refugiados e que você também pode ajudar! 

ADUS

Fundado em 2010, o Instituto Adus de Reintegração do Refugiado atua junto aos refugiados e outros estrangeiros vítimas de migrações forçadas na cidade de São Paulo. Eles têm o objetivo de reduzir os obstáculos que enfrentam para sua efetiva reintegração na sociedade.

Adus oferece para os refugiados aulas de português, inserção no mercado de trabalho e orientação jurídica. O Instituto também conta com uma escola de idiomas, o projeto Mente Aberta, na qual refugiados ministram aulas de inglês, francês e espanhol.

COMPASSIVA

A Compassiva é uma organização social que atende crianças, adolescentes, mulheres e refugiados em situação de vulnerabilidade na cidade de São Paulo. Oferecem diversos cursos e atividades socioeducativas, envolvendo esportes, artes e cultura. 

ABRAÇO CULTURAL

O projeto  tem refugiados como professores de cursos de idiomas e cultura. Os principais objetivos são promover a troca de experiências, a geração de renda e a valorização pessoal e cultural de refugiados residentes no Brasil. E ainda possibilita aos alunos além do aprendizado de idiomas, a quebra de barreiras e a vivência de aspectos culturais de outros países. 

MIGRAFLIX

O Migraflix atua em duas frentes, porém com o mesmo objetivo:  integrar refugiados e imigrantes social e economicamente. 

  • Atividades de empreendedorismo que geram renda a partir da troca da cultura imigrante com brasileiros em workshops de culinária, música, arte e dança, serviços de catering e palestras motivacionais.
  • Capacitação e inovação com projetos de alto impacto em parceria com Acnur e o setor privado como o Creatathon (em parceria com Google e Sebrae), Meu Amigo Refugiado (em parceria com NBS) e Global Minds (em parceria com LinkedIn e Parr). 

ACNUR

Por último e muito importante está a ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados, no Brasil que é pautado pelos mesmos princípios e funções que em qualquer outro país: proteger os refugiados e promover soluções duradouras para seus problemas.


Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário